artigo sobre vacinas para gatos da clínica vetpoint

Vacinas para gatos, o que deve saber

Neste artigo explicamos-lhe tudo sobre as vacinas para gatos

É comum ouvirmos a pergunta: “o meu gato não sai de casa, tem que ser vacinado?”. A resposta é sim!

Quais as vacinas para gatos disponíveis?

Existem atualmente no mercado diversas vacinas disponíveis:

  • Trivalente (coriza, panlencopenia e rinotraqueíte);
  • Felv (leucemia felina)
  • Raiva
  • PIF (peritonite infecciosa felina)
  • FIV (vírus da imunodeficiencia felina)

A vacina trivalente é a vacina mais importante para os gatos.

Protege contra três doenças potencialmente mortais e que não têm tratamento, apenas tratamento de suporte.

São doenças víricas que não necessitam de um contacto próximo para serem transmitidas.
É uma vacina essencial para qualquer gato, de exterior ou interior.

A primeira dose da vacina deverá ser administrada perto das 8 semanas quando já não temos anticorpos maternais suficientes em circulação que possam neutralizar os anticorpos vacinais.
Deverá ser administrado um segundo reforço 3 a 4 semanas após o primeiro e um terceiro reforço 3 a 4 semanas após o segundo.
É importante que a vacinação termine próximo das 16 semanas para garantir a sua eficácia e para que não haja neutralização por parte dos anticorpos maternos.

A vacinação contra a leucemia felina pode ser iniciada às 8 semanas e necessita de um reforço 3 a 4 semanas após a primeira dose.
É aconselhada aos gatos que são cohabitantes de gatos portadores da doença ou a animais que possam ter contacto com o exterior e consequentemente com outros gatos.
Não está aconselhada a gatos portadores da doença e por isso antes da vacinação todos os gatos deverão ser testados.

A vacina da raiva é apenas aconselhada a animais que vivem em zonas endémicas para a raiva, que não é o caso de Portugal, ou animais que vão viajar para esses locais.

A vacina da peritonite infecciosa felina é neste momento desaconselhada por ser muito pouco efectiva.
A vacina da imunodeficiência felina é ainda bastante controversa uma vez que após a aplicação os anticorpos vacinais e os anticorpos que se formam por infeção natural são indistinguíveis.

A vacinação é a única forma que temos de proteger os nossos animais de possíveis doenças.
Mesmo não conferindo uma protecção de 100%, um animal que contraia uma doença para a qual esteja previamente vacinado vai ter uma sintomatologia mais ténue, será mais fácil de tratar e o processo de tratamento será menos doloroso.

 


Vet.Point – Clínica Veterinária Oeiras
Urgências 24h | 927896112 • 211918923 | geral@vetpoint-ivl.com

Rua Manuela Couto Viana 5, 2780-371 Oeiras

Contacte-nos

Contacte-nos

+351 927 896 112

E-mail

E-mail

geral@vetpoint-ivl.com

Marcações Online

Marcações Online

Envie-nos uma mensagem

× Olá, podemos ajudar?