Desparasitação interna e externa em cães

Desparasitação interna e externa em cães

Sabia que os parasitas dos cães podem afetar os humanos? Sabia que os ovos de alguns parasitas podem contaminar a nossa casa e permanecer no ambiente durante longos períodos de tempo? A desparasitação interna e externa em cães é muitas vezes esquecida, porém, é uma parte muito importante da proteção deles, e da nossa própria proteção enquanto tutores. 

A regularidade da desparasitação vai depender um pouco da idade e do estilo de vida do seu cão. 

Começando pelas cadelas quando prenhas, devem ser desparasitadas antes do parto tanto interna, como externamente, para evitar que os cachorros fiquem parasitados à nascença. Esta desparasitação deve ser feita sempre sob supervisão do seu médico veterinário assistente. A desparasitação da mãe deve ser repetida 15 após o nascimento dos cachorros e, nesta altura, estes também devem iniciar o processo de desparasitação. 

Prosseguindo com os cachorros, estes devem ser desparasitados internamente 15 dias após o nascimento, com repetição a cada duas semanas até aos dois meses. A desparasitação externa, nesta fase, só pode ser feita com spray anti pulgas e carraças. 

A partir dos dois meses (oito semanas), os cachorros devem ser desparasitados internamente a cada 4 semanas, e poderá aplicar a pipeta adequada à idade, também mensalmente. Este esquema deve manter-se até aos 6 meses. 

Chegados aos seis meses, entramos no esquema de desparasitação de adulto. A desparasitação interna deve ser feita a cada 3 a 4 meses, com um comprimido adequado ao peso do cão. No que toca à desparasitação externa, existem várias opções: existem as pipetas que devem ser utilizadas mensalmente, as coleiras, cuja duração varia de acordo com o fabricante, e os comprimidos que poderão ser de administração mensal ou trimestral. 

Para adaptar o esquema de desparasitação o melhor possível às necessidades do seu cão, deve falar com o seu médico veterinário e poderá ter que associar vários produtos em simultâneo: geralmente utiliza-se um comprimido de desparasitação interna de acordo com o peso, um comprimido de desparasitação externa, e uma pipeta ou uma coleira desparasitante, uma vez que só estas duas últimas opções garantem o repelente dos mosquitos responsáveis pela Leishmaniose e pela Dirofilariose. 

No caso dos animais geriátricos, deverá discutir o esquema de desparasitação com o seu médico veterinário, uma vez que, nessa fase, poderá haver doenças que tenham influência na absorção, metabolização e excreção dos desparasitantes.

De salientar que, em qualquer que seja a fase da vida do seu cão, se houver uma infestação por pulgas, é de extrema importância desinfestar a casa, lavar todos os pertences dele a, pelo menos 60ºC na máquina, para esterilizar os ovos das pulgas e prevenir novas infestações. 

Em caso de dúvida, consulte o seu médico veterinário assistente.

Rua Manuela Couto Viana 5, 2780-371 Oeiras

Contacte-nos

Contacte-nos

+351 927 896 112

(chamada para rede móvel)
E-mail

E-mail

geral@vetpoint-ivl.com

Marcações Online

Marcações Online

Envie-nos uma mensagem