cão na praia

Cuidados a ter com o seu cão durante o Verão

Sabe quais são os cuidados a ter com o seu cão durante o Verão? Com a chegada do tempo quente, todos nós queremos desfrutar dos dias maiores e das temperaturas altas, porém, podemos, inadvertidamente, colocar os nosso cães em risco por diversas razões: parasitas, calor, desidratação e a maior exposição a fatores que não acontecem tanto durante o ano como os churrascos, que acarretam alguns riscos que iremos discutir neste artigo. 

Cuidados com o cão no verão

Os parasitas externos como pulgas e carraças, apesar de atualmente ativos durante todo o ano, são ainda mais ativos e comuns durante o tempo quente. Também os mosquitos responsáveis pela leishmaniose e a dirofilariose são mais ativos nesta época do ano. Neste sentido, é ainda mais importante protegermos os nossos cães e tê-los desparasitados externamente com um agente que seja repelente de mosquitos. Para prevenção da leishmaniose, existe uma vacina de administração anual, sendo que as regiões de maior incidência deste parasita são a região do Alto-Douro, Lisboa e Algarve. Em casos em que levemos os nossos cães para locais onde a dirofilariose é endémica (bacias hidrográficas do Tejo, Douro, Sado, Mondego e na região autónoma da Madeira), podemos optar por fazer um desparasitante injetável que vai prevenir o desenvolvimento do parasita. 

Por outro lado, o calor em si é perigoso para os nossos cães, principalmente os das raças braquicéfalas em cujo encurtamento do nariz leva a que tenham maior dificuldade em arrefecer e o temperamento energético e brincalhão leva a que sobreaqueçam com muita facilidade. Assim, devemos optar por passeios curtos, nas horas mais frescas (início da manhã e fim do dia ou à noite), evitando as horas de maior calor como a hora do almoço e o meio da tarde, levar sempre água nos passeios e ter sempre água à disposição em casa. Este é um ponto de extrema importância quando as temperaturas estão altas: além das queimaduras nas almofadas plantares serem comuns, é muito importante que esteja atento a sinais de golpe de calor – uma condição que coloca em risco a vida do seu cão. O golpe de calor é uma urgência real e se suspeitar que pode estar a acontecer deve dirigir-se ao médico veterinário mais próximo. 

Quando pensamos em levar os nossos cães à praia temos também que ter atenção a vários fatores, além do calor: os cães gostam de escavar na areia, e isso leva a que ingiram areia que, quando me grandes quantidade, pode provocar problemas gastrointestinais e, em último caso, pode mesmo levar a que haja uma obstrução intestinal que termina em cirurgia; a água salgada pode provocar vómitos, aumentar a desidratação e afetar os rins quando ingerida, por isso deve ser evitada; e, uma vez no pêlo, a água salgada pode provocar dermatites, por isso devemos dar banho ao nosso cão após as idas à praia e secá-lo bastante bem. 

Por último, mas não menos importante, no verão estamos muito mais no exterior, fazemos piqueniques, convívios com amigos, etc., e estas atividades podem acarretar um risco acrescido para os nossos cães. Nem todos os nossos amigos têm cães, por isso podem não saber o que lhes fará mal como as uvas e os frutos secos. Por outro lado, os churrascos em si aumentam o risco de queimaduras graves, mas também da ingestão de ossos e espinhas. Há ainda o contacto com plásticos que podem agir como corpo estranho quando deglutidos. 

Assim, o verão é, por excelência, uma época desafiante para nós e para os nossos cães. Caso surja alguma dúvida não hesite em contatar o seu médico veterinário assistente. 


Vet.Point – Clínica Veterinária Oeiras
Urgências 24h | 927896112 • 211918923 | geral@vetpoint-ivl.com

Rua Manuela Couto Viana 5, 2780-371 Oeiras

Contacte-nos

Contacte-nos

+351 927 896 112

(chamada para rede móvel)
E-mail

E-mail

geral@vetpoint-ivl.com

Marcações Online

Marcações Online

Envie-nos uma mensagem