banho ao cão

Como dar banho ao meu cão?

Em primeiro lugar, devemos esclarecer que os cães não precisam de tomar banho mais que um duas, no máximo três vezes por ano, a menos que exista uma indicação médico-veterinária para isso. Claro que, se se sujarem por algum motivo, ou andarem a nadar no mar ou numa piscina, são motivos válidos para dar banho. A regra será dar banho ao seu cão o menor número de vezes possível, mas fazê-lo quando necessário. 

Porque não devo dar banho em excesso ao meu cão?

O banho em excesso, com aplicação de champôs, ainda que fisiológicos e apropriados para animais, vai provocar a remoção da camada protetora da pele. Esta camada é constituída por lípidos e proteínas que ajudam a manter a pele hidratada, a reagir contra agressões externas e a proteger o organismo. Sendo o maior órgão do corpo, a manutenção de uma pele saudável é fundamental. 

Ao removermos a camada protetora da pele, podemos despoletar problemas que vão começar por hiperemia (vermelhidão) e prurido (comichão) intenso. Isto geralmente acontece porque, ao remover a camada lipídica da pele, vamos desidratar a pele e torná-la mais sensível e reativa ao contacto com os alérgenos externos. Assim, estamos a criar um quadro muito semelhante a uma alergia ambiental, mas que, na verdade, se deve à danificação da pele. Acresce ainda que, quando os cães se coçam e lambem insistentemente, podem provocar feridas a si próprios e, em último caso, podem desenvolver graves infeções cutâneas devido a essas feridas. 

Como em todas as regras, existem exceções e, no caso de animais alérgicos, a frequência do banho pode ser alterada e chegar a ser de banhos dia sim, dia não. Contudo, estes banhos devem ser prescritos pelo seu médico-veterinário assistente, com um champô específico para o problema de pele do seu cão.

Qual será o champô mais adequado ao seu cão?

O produto escolhido deve ser o mais fisiológico possível, formulado propositadamente para cão. Devemos evitar utilizar champô, gel de banho ou sabonetes para humanos. Em caso de dúvida, a pessoa que melhor o pode aconselhar, é o seu médico veterinário assistente. 

Após a escolha do champô adequado, e se formos dar banho em casa, devemos utilizar água tépida e molhar bem o cão. A aplicação do champô deve ser contra o pelo, esfregando-o da cauda para a cabeça e devemos ter especial atenção às orelhas, uma vez que a entrada de água e champô para as orelhas potencia o aparecimento de otites. A permanência do champô pode variar com a marca, mas geralmente 5-10 minutos é o suficiente.

Em seguida, devemos enxaguar muito bem para retirar o máximo de champô e secar o cão. A parte da secagem é, também, um ponto crítico, pois se o pelo não ficar bem seco, o cão voltará a “cheirar a cão” em pouco tempo. Além disso, a humidade junto à pele, predispõe, também, ao aparecimento de problemas de pele

Em caso de dúvida, contacte o seu médico veterinário, será a melhor pessoa para o ajudar. 


Vet.Point – Clínica Veterinária Oeiras
Urgências 24h | 927896112 • 211918923 | geral@vetpoint-ivl.com

Rua Manuela Couto Viana 5, 2780-371 Oeiras

Contacte-nos

Contacte-nos

+351 927 896 112

(chamada para rede móvel)
E-mail

E-mail

geral@vetpoint-ivl.com

Marcações Online

Marcações Online

Envie-nos uma mensagem